fbpx

Como turbinar seu Linkedin para alavancar novas oportunidades de negócios!

Seu perfil no Linkedin é um canal de novos negócios ou você ainda nem sabe que ele existe? Então fique de olho, você pode estar perdendo muitas oportunidades. Principalmente em um momento delicado que atravessa a economia no Brasil e em vários países pelo mundo multiplicar canais é fundamental.

Pela primeira vez na história, há mais desempregados (50,5%) do que a parcela empregada da população brasileira que estaria disposta a trabalhar (49,5%), de acordo com o IBGE. O número de pessoas procurando oportunidade é de quase 13 milhões, também segundo o instituto, apesar de as atividades presenciais começarem a acontecer e a tendência de melhora. E tivemos um “pibinho”, com queda de quase 11% no segundo trimestre deste triste ano de pandemia de Covid-19.

Mas, a mundo digital, por meio do Linkedin, pode contribuir favoravelmente facilitando interações, aproximando pessoas e colocando ao alcance de todos novas oportunidades. Para isso basta conhecer funcionalidades básicas e benefícios do da plataforma, considerada hoje a maior rede social de identidade profissional e negócios do mundo.

Usuários e plataforma entenderam que é um ambiente de exposição de marcas, tanto corporativas, como pessoais e, como resultado um espaço de negócios. É nesse viés econômico que a plataforma se consolida e se mostra como alternativa obrigatória para perfil e negócios acompanharem o que está rolando no mundo do trabalho. O networking por meio da web nunca foi tão importante.

Foi em 2011 que o Linkedin instalou seu escritório em território brasileiro, quando já tinha 6 miilhões de usuários por aqui. Em 2020, chegou a 43 milhões! Toda semana, em média, 100 mil novos perfis são criados. É muita gente. É o quarto com maior número de usuários no mundo, superado apenas pelo país criador, os Estados Unidos e China e Índia, com seus zilhões de habitantes. Imagine interagir com esse universo de possibilidades?

Contudo, é preciso entender que o Linkedin não é somente um site de emprego, que você coloca seu currículo lá e está resolvido. Como toda rede social, é preciso interagir, daí é possível ter sucesso.  Trata-se de uma vitrine, que abrange desde o empregado, que pretende ampliar seu networking – com postagens de artigos, divulgando seu currículo, publicando vídeos… até para o branding (posicionamento da marca) da empresa, compartilhando dados e informações e, obviamente, divulgando produtos e serviços.

Vamos tirar a poeira do perfil no Linkedin e tratar ele com carinho então? Veja aqui 10  dicas para começar a turbinar a sua presença:

Deixe personalizado a URL de seu perfil público, nada daqueles endereço extensos, não é melhor somente http://www.linkedin.com/seunomeeesobrenome ?

Também adicione uma foto de fundo (que deve ser atualizada trimestralmente) e um crachá de perfil para ajudar a criar a sua personalidade.

Aproveite os links para o blog/site no texto âncora. Use palavras-chaves, cores diferentes, chame a atenção.

Mecanismo de busca? otimize! Adicione palavras-chave em várias seções de seu perfil, como no título ou no resumo.

Jogue o anzol para o peixe buscar, forneça amostra do que você faz. Para isso, adicione, vídeos, imagens, apresentações nas seções.

Reorganize e remova seções inteiras de seu perfil, dedique um tempo para isso, vai valer a pena.

A rede social permite salvar pesquisas de emprego e de pessoas, também faça a opção de receber e-mails lembrando quando surgir algo do seu interesse.

Faça seu currículo, o linkedin pode transformar o perfil em um formato de pdf, prático não?

-Ache seu emprego em um post de anúncio. Na pesquisa avançada, é possível achar por palavra-chave, setor, empresa, função…

Capriche nas competências do perfil, há um recurso chamado de Recomendações para as conexões, de acordo com as suas habilidades.

Enfim, essa pode ser uma ferramenta poderosa, principalmente se você lançar mão de todos os recursos que disponibiliza para otimizar recursos e gerar novas oportunidades. É um terreno fértil que muitas vezes é subestimado e deixado em segundo plano pelos profissionais. Se precisar de ajuda me acione por aqui, envie sua mensagem.

Rafaela Andrade  é mestre em Comunicação e diretora-executiva da Ágora Marketing Digital e Performance

Compartilhar no

Não há comentários neste post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comece a escrever e pressione Enter para pesquisar

Carrinho de Compras